Atitude 67 lança EP com cinco músicas inéditas e autorais nesta sexta

ATITUDE 67_EP CASA

Em um clima mais romântico, o grupo ​Atitude 67 lança nesta sexta (29) o EP ​“Luau 67”​, com cinco singles autorais e inéditos, que já estão disponíveis em todas as plataformas digitais. Intimistas, os clipes serão lançados um a cada dia: ​“8 segundos” ​(29/03), ​“Me Acalma” (30/03), ​“Dreadlock” (31/03), ​“Se Quer Saber” ​(01/04) e ​“Química” ​(02/04). Os vídeos foram gravados em uma noite, durante um luau em São Paulo. “As canções foram selecionadas a dedo e fizemos questão de participar de cada detalhe! Espero que o público curta o novo som”, conta um dos vocalistas, Pedrinho Pimenta.
A primeira música do projeto se chama “8 segundos”. O também vocalista Éric Polizér explica como foi o processo de criação: “O Dudu Borges, nosso produtor, gosta de nos desafiar e nos incentivar a escrever sobre temas diferentes. Um deles foi ‘o tempo’. Eu e Pedrinho estávamos em casa e começamos a pensar em momentos que já vivemos e tiveram duração de oito segundos. A música fala sobre isso, sobre a nossa experiência! Todos os nossos trabalhos têm um pouco das nossas histórias”.

Escrita há 11 anos, “Me Acalma” tem valor sentimental para o grupo. A canção fala sobre os ciúmes de um casal. “Nós temos diversas canções guardadas para serem gravadas. Finalmente, chegou o momento de “Me Acalma”. Eu tenho um carinho muito especial por ela. Escrevi com o Regê [Henrique Regenold, surdista e percussionista] quando ainda tínhamos cada um uma profissão diferente”, conta Pedrinho.
O novo EP conta também com “Dreadlock”. A música tem uma batida de reggae, uma mistura bem característica do Atitude 67, e conta a história de um homem que se encantou por uma mulher. “Se eu tivesse um dreadlock eu também jogava pro ar/ Pra curtir tua brisa, só pra te acompanhar/ Afinal quem é você, que já me fez mudar?/ Eu que era tão caseiro tô num reggae ao luar”, diz a letra.

Já “Se Quer Saber” trata sobre a dificuldade de superar um término de relacionamento. A composição ficou por conta de Éric Polizér, que explica quais foram as suas inspirações: “Eu me espelhei em namoros que já tive e quis contar sobre aquele momento em que você coloca o ponto final em um relação, mas ainda nutre um sentimento pelo outro”.
Para finalizar, “Química” foi escrita na época em que a banda decidiu investir no sonho de viver de música. O single traz as recordações de um rapaz sobre a mulher amada e a química que os dois têm. “O Pedrinho já tinha começado a escrever e eu contribuí logo depois. Nós dois dividíamos o mesmo apartamento em São Paulo. Esse som está guardado há três anos e foi criado quando eu era recém-chegado na cidade”, revela Éric, também responsável pelo violão.

O EP é o terceiro de uma série de DVDs digitais temáticos lançados pelo Atitude 67 em 2018. O primeiro, “Laje 67”, foi gravado em um rooftop em São Paulo. Disponibilizado em setembro, trouxe três canções inéditas e uma regravação: “Com Quem Será”, “Vem” (single de ouro), “Netflix” e “Tudo Ao Contrário”, respectivamente. Em dezembro, o grupo lançou “Praia 67”, com quatro músicas autorais inéditas. Em clima intimista, o sexteto gravou os clipes na Prainha, em Saquarema (RJ). As faixas “Solteirô”, “A gente se pá”, “Abacagin” e “Nuvem” compõem o projeto.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here